quinta-feira, 3 de junho de 2010

Educação: a gente não vê por aqui

Bem amigos da blogosfera! Um mês sem dar as caras! Podem me xingar muito no Twitter e nos comentários, eu mereço ahuahauahuahauahauhaauhauha. Não vou justificar a falta de tempo com o excesso de coisas por fazer da faculdade e deadlines de trabalhos chegando. NÃO VOU. huahauahuaauauahuahuahauh
Bem, vamos ao assunto de hoje: EDUCAÇÃO. Não esta que os pais devem (deveriam cof cof) dar aos filhos, mas àquela que vem da escola. Faz um tempinho que quero falar disso (mas to sem tempo até pra comer), mas tomei coragem depois de ver em quase todos os vlogs q eu acompanho alguém falando sobre o tema. Sim, adoro vlogs, acompanho vários (mas meus favoritos sempre serão o maspoxavida, o nãofazsentido, o vagazóides e o descealetra [apesar de achar o cauê meio porco])e Não, NÃO VOU CRIAR O MEU CANAL, OK?! Sou tímida, por favor, parem de insistir ahuahauahauhauah.
O vídeo que mais me chamou atenção foi mesmo o do Diego, onde ele explana sobre o porquê das pessoas odiarem o estudo, e não suportem estudar (link do video nos comentários). Concordo em muito com ele. Acredito mesmo que a sociedade já mostra pra criança que estudar é algo chato, difícil e cansativo, e em muitas vezes, até inútil. O sistema escolar também não colabora e não inova no seu jeito de ensinar. É sempre igual, é sempre desmotivador.
Eu, por exemplo, nunca achei q estudar fosse legal. Sempre tive muito claro na minha cabeça que estudar era algo extremamente difícil, principalmente matemática. Porém eu não via problema nenhum em ler sobre algo interessante se eu não tivesse a obrigação. Muitas vezes eu estudava sem me dar conta que tava estudando. Acredito que a escola tem que se mostrar interessante pro aluno. Mostrar o conteúdo e mostrar a sua aplicação prática, e a relevância que isso vai ter na vida dele, além de ser obrigatório pro vestibular.
É muito mais fácil aprender refração e reflexão se a gente usar vidros e espelhos. Muito mais fácil de se aprender sobre as cruzadas se a gente ver um filme, e assim por diante. Por que não fazê-lo?
Daí a gente cai naquela teoria funcionalista que não ha o interesse em instruir as pessoas. Pessoas instruidas buscam sempre mais, querem sempe mais do que o sistema oferece, pois sabem o que é o correto. Mas FODA-SE o sistema. A gente precisa mesmo é de pessoas instruidas, inteligentes, antenadas, e não alienadas. Senão nada muda. Senão a sociedade vai continuar nesse ciclo de dominantes agindo como bem entendem, fazendo o que lhes é favorável.
Educação sim, e de qualidade, pra todo mundo! Se não conseguimos pela escola, que façamos do nosso jeito então. Pra mudar o mundo a gente precisa apenas de força de vontade. Pra mudar o mundo a gente precisa mudar a nós mesmos. LEIA SIM! E MUITO! E QUESTIONE SIM! A TUDO! Tudo provém da dúvida. Conformismo e aceitação não fazem o mundo girar. Analise, estude, pondere e forme sua opinião sobre as coisas. Sobre qualquer coisa. Sobre tudo. Mas não aceite as coisas como são. Faça isso por você.